Plantão
São Lourenço

Câmara aprova obrigatoriedade de estabelecimentos bancários instalarem dispositivos de segurança

Publicado dia 12/12/2019 às 12h52min | Atualizado dia 12/12/2019 às 12h56min
As agências terão que contar com portas ou grades de aço e nebulização de fumaça.

A Câmara Municipal de São Lourenço aprovou um projeto de lei que obriga os estabelecimentos bancários da cidade a instalarem dispositivos de segurança. A votação foi realizada nesta quarta-feira (11.12), durante sessão extraordinária. As empresas têm até 90 dias para se adequarem às novas regras. Após o período, as agências que descumprirem as novas regras poderão receber uma multa, que varia entre R$ 17.160 e R$85.800. Outras punições previstas na medida são a suspensão das atividades por 30 dias e a cassação do alvará de funcionamento.

De acordo com o projeto de lei 2969/2019, as agências terão que contar com portas ou grades de aço e nebulização de fumaça. O sistema de segurança deve funcionar das 22h às 06h. O texto é de autoria de Waldinei Alves Ferreira (PV) em colaboração com todos os vereadores da Câmara. A proposta veio após uma conversa entre o Ministério Público e a Câmara de São Lourenço.

Projeto Nova Volante

O projeto da 4ª Promotoria do Ministério Público de Minas Gerais (São Lourenço) tem como objetivo prevenir ataques a agências bancárias da cidade. Nos últimos meses, o promotor Leandro Pannaim esteve em contato com os vereadores e as instituições bancárias para falar sobre as estratégias de segurança necessárias e a importância do amparo legal.

Segundo Pannaim, as ações de explosões de caixas eletrônicos têm preocupado cada vez mais, pois os criminosos fazem muitos reféns e chegam fortemente armados, dificultando a ação policial, a exemplo do que aconteceu em Pouso Alegre no final de maio deste ano.“O nome disso é domínio de cidades”, explicou o promotor.

 
 
Fonte: Comunicação/C.M.S.L

ÚLTIMAS Notícias

Fale Conosco

Avenida Dr. Getúlio Vargas, 1240/01 São Lourenço / MG
(35) 9883-84631 | |
portalpotencia@gmail.com