Plantão
Minas Gerais

Secretaria de Justiça e Segurança Pública acompanha megaoperação Caminhos de Minas

Publicado dia 25/02/2021 às 23h02min | Atualizado dia 25/02/2021 às 23h20min
Nesta quinta-feira (25/2), em Pouso Alegre, o secretário Rogério Greco participou in loco dos trabalhos de combate ao crime organizado nas estradas mineiras

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco, participou da megaoperação Caminhos de Minas, nesta quinta-feira (25/2). A operação acontece nas rodovias de todo o estado e é coordenada por Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). O objetivo é combater a criminalidade violenta nas estradas mineiras, como o narcotráfico, o roubo de cargas e os crimes ambientais.

Greco acompanhou a ação na BR-381, em Pouso Alegre, no Sul de Minas, onde está posicionado o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICC Móvel) - unidade itinerante equipada com câmeras de grande alcance e diversos recursos tecnológicos de áudio, vídeo, informática e radiocomunicação. Além das forças já citadas e da Sejusp, atuam também, no local, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) e a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF/MG).

“Essa integração é fundamental para o nosso Estado e pode servir de modelo para o Brasil. Ela demonstra que nós somos um só. Existe uma só segurança, um só policial; todos servimos com o mesmo coração”, observa o secretário Rogério Greco.

A importância da atuação conjunta é reiterada pelo diretor-geral da PRF, Eduardo Aggio, lembrando também que o trabalho integrado está previsto na lei que institui o Sistema Único de Segurança Pública. “A Caminhos de Minas consubstancia uma estratégia de integração entre os órgãos em que o policiamento é orientado pela inteligência e tecnologia, o que permite um ganho expressivo na nossa eficiência e na produção de resultados”, observa.

Por sua vez, o comandante do Policiamento Rodoviário da PM, coronel Valmir José Fagundes, aponta os produtos da parceria entre as forças. “Os efeitos da operação são significativos. Toneladas de drogas, armas, veículos em condições irregulares, veículos clonados e adulterados apreendidos e bandidos retirados de circulação. Resultados palpáveis que mostram que esta integração está rendendo frutos”, ressalta.

Apreensões

Deflagrada na segunda-feira (22/2), a operação Caminhos de Minas apresenta ocorrências consideráveis. Em João Monlevade, na região Central, a Polícia Rodoviária Federal recuperou uma caminhonete S10 roubada em 2019, com valor de tabela em torno de R$ 165 mil. O resgate foi executado na noite da quarta-feira (24/2), no Km 355 da BR-381.

Outra apreensão de destaque pela PRF aconteceu na tarde da quarta-feira (24/2), no Km 413 da BR-365, altura de Patos de Minas, na região do Alto Paranaíba. Na ocasião, policiais confiscaram cerca de 1,6 mil kg de maconha escondida entre sacos de carvão. O motorista, de 25 anos, disse aos policiais que transportaria os ilícitos de Guaíra (PR) até Feira de Santana (BA). A droga foi avaliada em mais de R$ 1,6 milhão.

Também na quarta (24/2), a Polícia Militar capturou o chefe de uma quadrilha especializada em assaltos a bancos no sul de Minas. A ação ocorreu em Poços de Caldas. Condenado a 35 anos de prisão, o indivíduo se encontrava foragido do sistema prisional mineiro desde o início deste ano.

Na MG-497, Km 256, em Iturama, no Triângulo Mineiro, a PM apreendeu 52 fardos de maconha, pesando cerca de 980 kg no total, durante a manhã desta quinta-feira (25/2). A abordagem foi realizada em um caminhão que partiu de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, carregado de pneus triturados e conduzido por um homem de 48 anos. O prejuízo ao crime foi de aproximadamente R$ 1 milhão.

 

Nenhuma descrição de foto disponível.

 
Nenhuma descrição de foto disponível.
 
Nenhuma descrição de foto disponível.
 
Nenhuma descrição de foto disponível.
Fonte: Agência Minas