Plantão
Minas Gerais

Como funciona o comércio no feriado da Independência do Brasil

Publicado dia 03/09/2020 às 04h55min | Atualizado dia 03/09/2020 às 05h00min
Empresas de gêneros alimentícios estão autorizadas a convocar o empregado para trabalhar no feriado da Independência do Brasil (07/09).

De acordo com a Fecomércio- MG (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais), o comércio em Minas Gerais, no âmbito da área inorganizada, para o segmento atacadista e varejista de gêneros alimentícios, está autorizado a convocar o empregado para trabalhar no feriado da Independência do Brasil (07/09). Os empresários devem observar as disposições da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que se encontra no site da entidade.

As empresas de gêneros alimentícios representadas pela Federação, que optarem pela utilização da mão de obra no feriado, deverão obter o Certificado de Adesão ao Sistema Especial para Trabalho em Feriado. Elas também precisarão efetuar o pagamento da Taxa para Funcionamento e Trabalho em Feriados, conforme previsto na cláusula 29ª da CCT.

Além disso, as empresas terão que efetuar o pagamento de gratificação por feriado trabalhado, no valor de R$ 56,42 (cinquenta e seis reais e quarenta e dois centavos), ao empregado que trabalhar nesse dia, a título de alimentação. O benefício não possui natureza salarial, independentemente da duração da jornada. O empregador ainda precisará conceder uma folga compensatória em até 60 dias após o respectivo feriado.

A gratificação deve ser paga com a folha de pagamento do mês de setembro de 2020.

As empresas representadas por sindicato diverso deverão consultar a respectiva CCT ou entidade sindical que as representam, no que se refere à autorização para o trabalho nesse feriado.

 

Como funciona o comércio no feriado da Independência do Brasil

Fonte: Com informações da FECOMÉRCIO